O auxílio emergencial deve ser informado na Declaração de Ajuste Anual do IRPF?

1 abr, 2021 | IRRF, Vídeos | 0 Comentários

No GT Cast #26, o seu podcast sobre gestão tributária, os professores Alexandre Marques, Gustavo Reis e Aline Fagundes, trouxeram os principais tópicos da matéria tributária em fevereiro de 2021. Confira o trecho em que eles comentam se o auxílio emergencial deve ser informado na Declaração de Ajuste Anual do IRPF.

Auxílio emergencial deve ser declarado e devolvido

Cerca de três milhões de pessoas que receberam o auxílio emergencial terão que declarar o Imposto de Renda e devolver o valor do benefício à Receita Federal do Brasil. A informação de que todas as pessoas que tiveram os rendimentos superiores a R$22.847,76 devem devolver o benefício foi divulgada durante uma coletiva organizada pela RFB.

Auxílio emergencial no IRPF: Comentário da notícia

Houve uma alteração na Lei 13.982/2020, que criou o auxílio emergencial, com a inclusão de um parágrafo que prevê essa possibilidade. Vejamos:

“Art. 2º (…)

§ 2º-B.  O beneficiário do auxílio emergencial que receba, no ano-calendário de 2020, outros rendimentos tributáveis em valor superior ao valor da primeira faixa da tabela progressiva anual do Imposto de Renda Pessoa Física fica obrigado a apresentar a Declaração de Ajuste Anual relativa ao exercício de 2021 e deverá acrescentar ao imposto devido o valor do referido auxílio recebido por ele ou por seus dependentes.”

Já temos notícia de contribuintes que, ao entregar a declaração do Imposto de Renda agora, do exercício 2021 do ano base de 2020, já estão sendo notificados para devolver o valor que receberam em função dos seus rendimentos tributáveis ao longo do ano anterior. Muita gente vai ter que devolver os valores que receberam a título de auxílio porque excederam o limite de rendimentos ao longo do ano.

Veja também: #225: Principais motivos que fazem a gestão tributária de contratos imprescindível!

[Entre no nosso canal no Telegram]

Para entrar em contato conosco e tirar dúvidas, envie um e-mail para: [email protected].

Se quiser receber os conteúdos diretamente em seu celular, envie uma solicitação para nosso WhatsApp: +55 71 9 9385-2662.

Curso Gestão Tributária de Contratos e Convênios

Participe do Curso Gestão Tributária, o evento mais completo do mercado acerca da incidência do INSS, IRRF, CSLL, PIS/Pasep, Cofins e ISS na fonte. É o único com carga horária de 24 horas-aula distribuídas ao longo de três dias consecutivos.

curso retenção de impostos

Publicações recentes

efd-contribuicoes-confira-a-nova-versao-do-programa

EFD-Contribuições: confira a nova versão do programa

A nova versão 5.0.1 do programa da EFD-Contribuições flexibiliza a validação e transmissão das escriturações das Sociedades em Conta de Participação. (…)

gt-cast-29-maio-e-junho-2021-o-seu-podcast-sobre-gestao-tributaria

GT Cast #29 – Maio e Junho/2021 – O seu podcast sobre gestão tributária

Nesta edição falamos sobre a resolução da tese do século pelo STF, que definiu que o ICMS a ser excluído da base de cálculo do PIS e da Cofins é o destacado na nota (…)

como-analisar-a-atividade-de-veiculacao-de-propaganda-e-publicidade-para-fins-de-incidencia-do-iss

Como analisar a atividade de veiculação de propaganda e publicidade para fins de incidência do ISS?

Para explicar como analisar a atividade de veiculação de propaganda e publicidade para fins de incidência do ISS, o professor Gustavo Reis, durante uma aula (…)

escritorio-de-contabilidade-e-o-responsavel-pelo-cadastro-de-uma-empresa-no-cno

Escritório de contabilidade é o responsável pelo cadastro de uma empresa no CNO?

Confira a solução para o questionamento enviado por Adilson Afonso:  Sobre o cadastro CNO, o escritório de contabilidade está incumbido a fazer? (…)

Arquivos

Posts relacionados

Seu comentário é bem-vindo!

Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *