Conceito de reforma para fins de retenção do INSS

18 maio, 2021 | INSS, Vídeos | 0 Comentários

Em uma das lives do curso Especialista em Retenções Tributárias, o professor Alexandre Marques utilizou um exemplo prático para esclarecer o conceito de reforma para fins de retenção do INSS. Não deixe de conferir: 

Reforma para fins de retenção do INSS: Exemplo

O exemplo prático se deu pela apresentação de um contrato de prestação de serviços. Vejamos a primeira cláusula e o parágrafo sugerido pelo professor:

Cláusula primeira – O objeto do contrato é uma reforma do edifício sede do contratante, conforme projeto constante do Anexo I.

Parágrafo único – O objeto do contrato enquadra-se na descrição constante do código 4120-4/00 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).”

Reforma para fins de retenção do INSS: Definição

4120-4/00 é o código CNAE dessa operação. É importante compreender isso porque, ao falar de reforma, é preciso entender a reforma de um edifício, edificação e imóvel, como sendo algo dentro do código CNAE de construção. É necessário que isso fique claro para compreender situações menores mas extremamente relevantes como, por exemplo, até que ponto o serviço de pintura é considerado reforma.

Para isso, é necessário analisar o Anexo VII da IN 971/2009. Dentro do código CNAE há notas explicativas que esclarecem o que está compreendido na definição. No caso do código 4120-4/00, está escrito:

“Esta Subclasse compreende: (…) – as reformas, manutenções correntes, complementações e alterações de edifícios de qualquer natureza já existentes;”

Portanto, reforma para fins de retenção do INSS enquadra serviços que envolvem um projeto, que são mais complexos e vão além da execução de um serviço pontual, como é o caso da pintura que foi enquadrada mais adiante como serviço de construção civil.

Reforma para fins de retenção do INSS envolve algum tipo de intervenção no imóvel com a substituição de materiais, como definido no art. 322 da IN 971/2009. Portanto, uma reforma é uma obra de construção civil que está vinculada ao código CNAE 4120-4/00 e, se essa análise é feita no início da operação, fica muito mais fácil definir a tributação do contrato.

Veja também: Qual o conceito de empreitada para fins de retenção do INSS?

[Entre no nosso canal no Telegram]

Para entrar em contato conosco e tirar dúvidas, envie um e-mail para: [email protected].

Se quiser receber os conteúdos diretamente em seu celular, envie uma solicitação para nosso WhatsApp: +55 71 9 9385-2662.

Curso Gestão Tributária de Contratos e Convênios

Participe do Curso Gestão Tributária, o evento mais completo do mercado acerca da incidência do INSS, IRRF, CSLL, PIS/Pasep, Cofins e ISS na fonte. É o único com carga horária de 24 horas-aula distribuídas ao longo de três dias consecutivos.

curso retenção de impostos

Publicações recentes

as-novas-sistematicas-de-intermediacao-de-negocios-e-a-incidencia-dos-tributos-em-cascata

As novas sistemáticas de intermediação de negócios e a incidência dos tributos em cascata

Confira o que os professores têm para pontuar a respeito das novas sistemáticas das intermediações de negócios e a incidência dos tributos em cascata. Para colocar em (…)

como-reduzir-o-volume-de-emissao-de-nfs-na-contratacao-do-mesmo-servico-para-diversos-municipios

Como reduzir o volume de emissão de NFs na contratação do mesmo serviço para diversos municípios?

Na terceira live do curso Especialista em Retenções Tributárias, com base em uma das colocações do (…)

efd-reinf-campo-vlrcraquissusp-dos-eventos-de-retorno-r-5001-e-r-5011

EFD-Reinf – Campo vlrCRAquisSusp dos eventos de retorno R-5001 e R-5011

Comunicamos que o campo dos eventos de retorno R-5001 e R-5011 foram publicados equivocadamente nos leiautes da versão 1.5.1 da EFD-Reinf (…)

local-de-incidencia-do-iss-no-agenciamento-de-leasing

Local de incidência do ISS no agenciamento de leasing

Um dos principais assuntos ao falar de ISS é o local de incidência. Marcado por diversas mudanças entre 2016 e 2020, esse é o tema tratado neste vídeo pelos professores, (…)

Arquivos

Posts relacionados

Seu comentário é bem-vindo!

Adicione seu comentário ou deixe sua pergunta.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *